Subscribe Us

header ads

Canais do YouTube no Brasil serão tributados pelos EUA em até 30%

 

(Imagem: Irfan Ahmad/Pixabay)

O Google vai descontar parte dos ganhos de youtubers fora dos Estados Unidos a partir de junho de 2021, afetando inclusive criadores no Brasil. A medida será adotada para cumprir uma determinação do Internal Revenue Service (IRS), equivalente americano da Receita Federal. Por isso, canais do YouTube terão que pagar até 30% da receita que vier de usuários nos EUA.

Isso inclui ganhos com visualizações de anúncios, YouTube Premium, Super Chat, Super Stickers e Clube dos Canais. A receita obtida pelos criadores de conteúdo com usuários fora dos EUA não será considerada no cálculo.

Os donos de canais do YouTube devem apresentar informações fiscais pelo AdSense até 31 de maio de 2021. Os dados serão usados para verificar se há alguma retenção tributária e qual valor será descontado. Caso o procedimento seja realizado dentro do prazo, o desconto de até 30% levará em conta somente os ganhos com usuários nos EUA.

Por outro lado, caso as informações não sejam apresentadas pelos criadores de conteúdo, o desconto será bem maior. Isso porque o cálculo vai considerar 24% da receita do canal em todo o mundo, e não só em território americano.

Em resumo, a tributação em ganhos no YouTube com usuários nos EUA seguirá estes três cenários:

  • 15% sobre ganhos nos EUA: criadores que forneceram dados e estão em países com acordo fiscal com os EUA;
  • 30% sobre ganhos nos EUA: criadores que forneceram dados e estão em países sem acordo fiscal com os EUA – é o caso do Brasil;
  • 24% sobre ganhos em todo o mundo: criadores que não forneceram dados até 31 de maio de 2021.

Como enviar informações fiscais ao Google

Os dados poderão ser enviados por meio de formulário no AdSense. Para acessá-lo, basta seguir estes passos:

  • Clique em Pagamentos;
  • Clique em Gerenciar configurações;
  • Clique em Perfil para pagamentos;
  • Em seguida, clique em Editar (o ícone de lápis) ao lado de Informações de impostos dos Estados Unidos;
  • Por fim, escolha Gerenciar informações fiscais.

Ao preencher o formulário, o Google vai indicar se há necessidade de deduzir algum valor por conta de ganhos com usuários do YouTube nos EUA. Na opção Informações de impostos dos Estados Unidos, o AdSense apresenta os descontos que podem ser aplicados aos seus pagamentos.

As informações fiscais deverão ser apresentadas a cada três anos. O Google explica que a medida foi adotada para cumprir o código do IRS, que obriga a empresa a ter acesso a dados fiscais de youtubers fora dos EUA para descontar impostos de quem ganha dinheiro com usuários no país. A empresa promete mudar seus termos de serviço em breve para indicar sobre a possibilidade da cobrança.









Fonte: Tecnoblog | Com informações: Google.

Postar um comentário

0 Comentários